fbpx

Como funciona a mente?

Entenda essa poderosa ferramenta que nos leva a lugares inimagináveis

A palavra “mentira” é derivada do radical da palavra “mente”.  Para entender melhor, usaremos teremos tecnológicos: a mente é o software instalado no hardware do cérebro que comanda as funções do organismo humano.  

Esta é a fundamentação da frase: Mente sã, corpo são.  

Através da combinação de sons, cujo construto é a palavra, o ser humano utiliza a linguagem para ler o mundo e se relacionar com ele.  

A questão delicada é que está leitura é baseada em uma percepção única de cada indivíduo. Cada pessoa é original em suas percepções de mundo, a partir de um programa mental.  O programa que cada um tem instalado foi criado de acordo com as vivências sociais e culturais na família, escola e sociedade.  

Além dos fatores externos

Além desses fatores externos existe também um percentual de programas que já vem instalados na concepção, antes do nascimento no indivíduo, isto é o sistema operacional tais como: 

  • instinto de sobrevivência
  • os medos primários
  • sede
  • fome
  • sono
  • sexo.

Tudo o mais deve ser aprendido a partir da relação com o mundo exterior. 

Desta forma, através dos programas mentais, a humanidade conecta o mundo interno com o mundo externo. A qualidade dessa conexão determina a qualidade de vida de uma pessoa.  O desafio é que nada está parado, a mente está em constante movimento utilizando a percepção de imagens e sons para combinar pensamentos que formatam os programas em constante mutação na relação indivíduo e mundo.   

Assim, o ser humano nunca é o mesmo e a prova disso é que não conseguimos ler um livro da mesma maneira, a cada leitura a compreensão será diferente porque o ser humano não se repete.  A complexidade da subjetividade humana é de uma incrível grandeza de tal forma que, a cada instante, está criando novas possibilidades quer boas, quer ruins, verdades ou mentiras.

Os dois lados

A condição de co-criador da realidade tem dois lados:

Um deles é  ser artista da própria vida, e interpretar os fenômenos da natureza de forma única e expressá-la com originalidade, harmonia e beleza.  

Por outro lado, se a mente está solta, fora da consciência, pode se constituir um problema na medida que elabora pensamentos condicionados, repetitivos e perde o domínio tornando-se o objeto ao invés de sujeito.  Repetição, mesmice e estagnação é a morte. Vida é movimento.

O grande desafio humano é manter a mente dinâmica, porém dentro de uma organização maior composta de leis que regem a natureza, inclusive a raça humana que nela está inserida.   

Deixar-se levar pela mente sem os princípios universais,  é um perigo já anunciado no portal de na cidade de Delfos na Grécia, há cerca de 2500 anos Decifra-me ou devoro-te.  A mente pode criar realidades desde que obedeça a princípios que podem ser descobertos através de uma percepção aguçada dos fenômenos naturais. Nossa tarefa é educar a mente para perceber o máximo de sinais simbólicos a fim de colocar em prática as mensagens captadas.   

Onde está localizada a mente?

Toda a saga humana vai depender da tradução desses sinais e esta é a tarefa determinante para a vida humana, a qual está sob a responsabilidade da mente.

Antigamente se acreditava que a mente estava localizada dentro do cérebro, mas Humberto Maturana e Francisco Varela, biólogos e filósofos, em 1970 conceberam de que a mente existe no espaço vazio, na relação com o outro.  Interessante entender que a mente é criada a partir de uma relação.   

Autopoiese

O que merece também atenção, é o conceito de autopoiese que fala sobre a capacidade dos seres vivos de produzirem a si próprios. Através das relações, os sistemas unicelulares, desde as amebas até o ser humano, dentro de condições sistêmicas, estão se adaptando ao meio, se reinventando, se reproduzindo, de forma autônoma, se autorregulando utilizando o livre arbítrio para realizar alterações dentro das próprias estruturas.

A questão delicada é que o livre arbítrio deve ser usado com responsabilidade. Para isso, é necessário desenvolver um observador interno, uma supra consciência que irá colocar ordem na mente para que as mudanças operadas no universo micro sejam ecológicas e estejam em harmonia perfeita com o universo macro: o cosmos.  Caso contrário, a humanidade se desvia do caminho, perde o prumo, e o resultado são pensamentos distorcidos da psique humana gerando doenças, caos e destruição. 

A PNL colocando ordem na mente

A Programação Neurolinguística – PNL é uma abordagem que se propõe a colocar ordem na mente sem contudo interferir em seu poder criativo. A PNL tem ferramentas para instalar um mestre interior capaz de cuidar para que as forças sejam direcionadas para o bom e o belo.  Assim, fazendo um bom uso do poder mental, a humanidade possa criar belas obras e estabelecer a união entre as coisas da terra e as coisas do céu.    

PNL é a maior tecnologia de comunicação humana, assim como o funcionamento de um computador é derivado.

Gostou deste artigo? Continue acompanhando os nossos conteúdos aqui e nas redes sociais!

There is 1 comment

The comments are closed.