fbpx

Jornada do Herói com a PNL

5° Estação – Travessia do Homem Comum ao Herói Interno

Travessia do Umbral. Nessa fase, resolvi abraçar definitivamente e determinantemente o processo evolucionário.  Integrar um novo mundo ao meu velho mundo. Esta decisão foi motivada por vários fatores, dentre eles, não suportar mais tomar calmantes  para dormir, energizantes para espertar de dia.  Vontade de saber como é dormir sereno e acordar feliz. A vontade de conhecer algo mais sutil, mais verdadeiro que me trouxesse uma satisfação de viver, era gritante. Abri a escuta do meu coração e recebi a certeza de que todos os perigos, os obstáculos, as adversidades, os incômodos valerão a pena se for  para realizar a minha humanidade.

O Ego

A tarefa de domesticar o Ego, tem sido um processo de atenção constante.  Em cada momento estar consciente dos movimentos egoístas, é uma atividade que requer disciplina. Quando me distraio o Ego volta com toda força, julgando, separando e dividindo

Uma das grandes técnicas da PNL é a observação imparcial, apenas descrever o que ocorre, por exemplo: pensamentos mesquinhos, ressentimentos, mágoas, desejos inconfessáveis, vingança.

Ao perceber estas forças internas, constato o aparecimento delas, sem contudo adjetivar. A imparcial, a ausência de juízo de valor facilita o domínio. Apenas observo, sem combater, apenas atesto, sem críticas, sem adjetivos. 

O Ego

Longe de eliminar, excluir e vencer o Ego, optei por integrá-lo a uma causa maior. O Ego mal dirigido alimenta o materialismo, arrastando o homem a uma vida banal de atender a desejos reforçados pelos cinco sentidos, criando um corpo débil em busca das delícias passageiras e por melhores que sejam, ainda assim, não conseguem aplacar o vazio existencial.   

O “Ego” o “Eu Essencial e a PNL

A medida do Ego não tem fim, e é muito bem representado pela figura do dragão, expelindo pela boca e narinas, o fogo do consumismo exagerado.

O Ego

O herói de si mesmo para vencer o dragão interno, convida-o a servir. O Ego   é um excelente servidor e um péssimo senhor. O Ego é de grande utilidade quando está a serviço do Eu Essencial, contribuindo para uma causa maior que dignifique o herói a lutar pelo Bem, o Belo e o Justo (Tríade de Platão).

Após aceitar o Ego como um servidor auxiliar do processo evolucionário, é o momento de analisar o que causa as distorções do Ego. 

A Programação Neurolinguística – PNL dá uma contribuição valorosa ao identificar que o sistema de crenças é o grande vilão que afastam o herói da jornada.  

Rejeitar o ego, brigar com ele é perder energia em vão, pois o Ego e Eu essencial fazem parte da constituição humana, é a nossa dualidade. A grande tarefa é harmonizar as partes, começando em aceitar o Ego como uma força útil e inclui-lo no processo de crescimento espiritual. 

Crenças Limitantes

Importante nesse momento era descobrir o que acontece dentro da mente que distorce e degenera o Ego para servir unicamente  às causas materiais, o sentimento de prisão e limitação é grande.

Crenças limitantes

A capacidade de auto observação, sem crítica ensinada pela PNL, proporcionou um mergulho mais profundo, descobrindo as crenças que alimentavam comportamentos egoístas e que nos deixam presos, tipo:

“Preciso ganhar todas as vantagens”
“Quando o outro ganha, eu perco”
“O outro quer tirar vantagens de mim”

…e outras frases que estimulavam o individualismo exacerbado e me colocava na ilusão da separatividade, individualidade seguida de auto importância. 

Identificadas as crenças limitantes, agora o segundo passo era transformar crenças de exigência em crenças de preferência. As neuroses estão alicerçadas em exigências rígidas do tipo:

“As pessoas TEM QUE me aceitar”
” A vida TEM QUE ser justa comigo”
“As coisas TEM QUE serem fáceis para mim”
“Todos TEM QUE me obedecer”
“Eu  TENHO QUE ser perfeito”

Esta linguagem do “TEM QUE” dispara no sistema nervoso a adrenalina em excesso, diminuindo a imunidade.

Estas frases impositivas tem um efeito danoso também na fisiologia crispando os músculos do rosto e tornando a respiração curta, o que diminui a oxigenação no cérebro com consequências péssimas para a saúde do corpo além do estado mental de pressão, ansiedade e depressão.  

Quanto maior a expectativa que temos do mundo e das pessoas, maiores são as frustrações, aborrecidos e decepções, pois os outros não nasceram para satisfazer as exigências de um Ego autocentrado.

Reprogramando a Mente com a PNL

A PNL oferece  um conjunto de perguntas que quebra a rigidez da crença limitante  e constrói outra nova crença mais flexível.  

Além de perceber que  não sou o centro do mundo, passei a  fazer uma mudança na minha programação neurolinguística, reconstruindo as frases da seguinte forma:

➡️ Eu prefiro que as pessoas me obedeçam, facilitem as coisas para mim, que me aceitem como eu sou, que sejam justas comigo, e que sejam perfeitas, mas se isto não acontecer não é uma catástrofe, eu tenho capacidade de absorver contrariedades, ninguém vai morrer por causa disso, isso é apenas é um inconveniente. 

PNL Programação Neurolinguística

Usando estas frases, amenizei o nível de exigência e obtive mais inteligência emocional. Conclui que a  qualidade de vida começa na qualidade da linguagem.   

O fato de estar fazendo alterações na linguagem é caminho sem volta, pois a palavra é a raiz do comportamento e das emoções.

Dessa forma a transmutação, a alquimia interna, atingiu o âmago do meu ser, pois o som da palavra é a magia estrutural que sedimenta um processo de autoconhecimento, com início e que jamais terá fim.

Ao reformular o patrimônio de crenças, acontece a  depuração  das emoções e  junto,  temperança, uma espécie de harmonia entre as partes conflitantes. A partir dessa experiência, finalmente estabeleço a ordem interna e assumo o comando do processo emocional e o autodomínio de que quem manda é o EU essencial e quem obedece é o ego. E o “eu” essencial resolveu assumir o comando do “eu” animal.

No  início,  requer vigílância, perseverança, disciplina e constância, depois automatiza.

Adquiri como hábito, dar mais atenção ao uso a palavra, pois o som tem uma vibração, uma força que por sua vez, gera um impacto no sistema nervoso e no ambiente.

Observe a diferença entre dizer:

“Estou preocupado”

e dizer:

“Eu sou atencioso”

Ao invés de dizer:

“Sou nervoso”

dizer

“Estou nervoso pontualmente com tal fato”

E assim, venho adquirindo o domínio de tal forma que hoje, quando o egoísmo se manifesta eu apenas o reconheço e, isto é o bastante, para que haja uma retração, facilitando a harmonia.

Mente

Sou eu renascendo de mim mesma, tomando posse de mim mesma, e vencida a grande batalha interna, é possível levar o foco em harmonizar o mundo externo. O uso de uma linguagem consciente e libertadora possibilita despertar o sagrado realizando um casamento do corpo, da matéria, do ego com o espírito, a energia cósmica, o Eu divino, unindo-se para ser ponte entre o céu e a terra. 

Ao integrar o Ego com o Eu divino, venci a mim mesma, renasci para o serviço em prol de uma causa maior.

Aprendizado

1. O amor é inclusivo, não exclusivo;

2. A aceitação do egoísmo é o primeiro passo para alcançar o altruísmo;

3. A verdadeira batalha é interna;

4. Cada respiração é uma oportunidade de morrer para o velho e nascer para o novo;

5. Para vencer o mundo externo, há que vencer a si mesmo;

6. Todos temos um potencial interno a ser despertado;

7. Nada será como antes;

8. A busca do herói é fundir sua identidade com o UNO.

Espelho
A mente pensa
A mente pensa
Conceitua o inconceituável
Estagna o curso do rio
Adjetiva o voo do pássaro
Estabelece regras
Impedindo o natural movimento de ser
Acorda, finalmente do torpor
De imaginar e supor
E com olhos limpos e abertos
Olha para a possoa
E vê…
E se vê nela
Emundo junto com ela
A cada instante,
O modo de ver.

– Magui Guimarães

Saiba como conseguir conciliar e coexistir pacificamente com suas partes e continuar a jornada. O Curso PNL da Escola de Ciências Comportamentais está com as inscrições abertas com início das aulas presenciais em Agosto, a sua jornada quem faz é você!