fbpx

Jornada do Herói com a PNL

6º Estação: Provação e Renascimento

O conhecimento obtido nas etapas anteriores gera uma compromisso cada vez maior em ajudar o próximo. Se algum talento existe, este deve estar a serviço do todo. Aqui é o momento de entrega total, o que não é nada fácil. As provas se tornam maiores na medida em que as forças superiores impõem testes para aprimorar as aptidões do herói. Agora é descansar carregando pedras. Transitar em dois mundos com valores diferentes, requer um equilíbrio constante para estar transitando nos dois mundos. Estar no mundo sem se identificar com ele é fácil de dizer, mas extremamente desafiador. Estar em absoluta serenidade apesar das adversidades, é um exercício árduo de se manter no centro.

Este é o caminho para transcender o ego, sem bater de frente, investindo menos energia de combater e mais energia de harmonia, o que resulta na melhoria das relações humanas. 

O que é a Felicidade?

Todas as vezes que por algum momento de distração eu me desvio da harmonia, o corpo anuncia uma dor, um mal-estar como se eu estivesse cada vez mais, se afastando de casa. Retomar o caminho é desenvolver esforços para manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo. Segundo Aristóteles, somente os bons são felizes. 

A felicidade de estar cumprindo a missão é um termômetro que sinaliza se estamos nos aproximando ou distanciando dela. 

A infelicidade é um sintoma de que há necessidade de parar, refletir e escolher o que deve ser feito para reestabelecer a ordem do Senhor dos mundos. 

Sentir-se bem é estar na direção certa, retornando as origens, alimentando esperança de recuperar o estado de essência primordial. A tarefa pode parecer simples, mas não é fácil, pois nesta fase o herói será desafiado a aplicar tudo que aprendeu internamente, na convivência com o outro. 

O Herói sabe o que fazer e vai fazer embora se dê conta do imenso trabalho que o espera. As provas servem  para avaliar a performance do herói, ao lidar com o ego do outro e mais o individualismo, incompreensões, distorções e conflitos.   

Na minha vida, o cenário dessa etapa é o seguinte: Casamento em declínio, filhos adolescentes, tempo reduzido, obrigações profissionais, tarefas domésticas, trabalhos da faculdade, cuidados com a saúde, mãe doente, problemas com vizinhos, causas na justiça, irmãos precisando de ajuda, chefes intolerantes e toda uma sorte de adversidades aumentando a pressão e, em meio a toda essa turbulência emocional, instável e delicada,  o desafio do herói em aplicar o aprendizado adquirido. 

Triste

Viver é fácil, mas conviver, realmente é um dos maiores desafios e haja sabedoria para acessar recursos mais refinados e uma inteligência suprema a fim de escolher dentre tantas opções quais aquelas que irão fazer a diferença para harmonizar o caos.

O grau evolutivo de uma pessoa é medido pela capacidade de conviver pacificamente com as outras, mesmo com interesses divergentes, defendendo os próprios valores e ao mesmo tempo, entendendo os valores dos outros.  

PNL e a Intenção Positiva

Nesta fase uma técnica importantíssima que me ajudou a conciliar interesses opostos foi a intenção positiva da emoção e do comportamento. 

A PNL pesquisou e concluiu que a toda a emoção tem uma intenção positiva. É comum julgar a pessoa pela emoção que ela está sentindo no momento, sem analisar o contexto completo. Ao entender a história como um todo, facilita aceitar que o outro tenha de raiva, depressão dentre outras. Parar de julgar a emoção do outro é possível, quando se consegue separar a emoção da INTENÇÃO POSITIVA que gerou a emoção

Vamos entender melhor:

Toda emoção tem uma intenção positiva. A intenção é sempre de defender a pessoa ou defender algo. Toda emoção é positiva na sua origem. O propósito da emoção é valorizar, proteger e guardar algum valor. Quando uma pessoa está triste, a emoção da tristeza pode ser uma maneira  de se manter conectado com algo que não existe mais. Uma maneira de se conectar com o que perdeu. Tristeza é uma  declaração de amor pelo aquilo que se foi. 

Emoções e a programação neurolinguística

Tanto é verdade que algumas pessoas tem a ideia de que se você amou alguém muito e por longo tempo, o luto – o período de tristeza tem que ser longo. A pessoa se sente culpada se ficar triste durante pouco tempo. Se eu fiquei triste por pouco tempo é porque eu não gostava. Algumas pessoas acham que quanto maior amor, o período de tristeza tem que ser longo. 

Em alguns países da Europa, acontecia o costume da viúva ficar de luto durante sete anos e algumas durante a vida inteira. Quanto mais se apega a um sonho, um projeto, uma pessoa, um lugar, um objeto, maior é a emoção da tristeza quando de sua perda. Para evitar se contaminar da negatividade da emoção de tristeza, imaginar que pode ser uma expressão de carinho pelo que não existe mais. 

As emoções

A emoção de dúvida, por exemplo pode ter uma intenção positiva de necessidade de segurança e de se proteger contra riscos. Por sinal, existe um preconceito muito grande no mundo executivo de pessoas que tem dúvidas. A dúvida pode ser um sinal de que a pessoa está precisando de mais dados e não se sente segura ainda, ela precisa de mais informações. Não é porque é uma pessoa é insegura e sim porque precisa de mais dados para tomar a decisão correta. O estado de stress é positivo quando está mandando uma mensagem de que o corpo está precisando descansar e se recuperar.  

raiva é uma tentativa de proteger os valores da pessoa. É natural ficar com raiva quando alguém está fazendo algo que fere os valores. Você pode julgar alguém por ter raiva, mas dá para julgar alguém porque tem valores?  Afinal todos nós temos valores. Lembro-me de chefe que estava se censurando ao sentir raiva, mas passou a sentir um grande alívio quando se deu conta que é humano sentir raiva  diante de uma agressão, ou seja não sentir raiva é uma expectativa irreal.

A questão é aprender a lidar com a raiva, conectando-se com a intenção positiva da raiva é mais fácil aprender a lidar com a raiva a partir de um diálogo inteligente.  

Entender a intenção que está disparando a emoção, é uma maneira de amenizar a tensão e evitar uma reação catastrófica. Uma equipe de trabalho quando se rebela, tem um valor sendo desrespeitado e o bom líder ao invés de rebater ou reprimir, busca entender os valores e direciona a negociação no sentido de valorizar os interesses dos liderados. 

Os ciúmes tem a intenção positiva de reter o ser amado. É uma tentativa por mais distorcida que seja,  para se  demonstrar o carinho que eu tenho pelo outro. Os casais mais modernos vivem uma vida mais livre e se a mulher não tem ciúmes o marido acha estranho e sente a falta de ciúmes como se fosse uma expressão de carinho. A Vergonha é uma tentativa de se adaptar às normas do ambiente. A intenção positiva é tentar ser normal, já que não está se sentindo igual e sim diferente. Não se sente adaptado e quer fazer parte de alguma coisa. 

Todo o comportamento, por mais esdrúxulo que pareça também tem uma intenção positiva. Até o suicídio, tem tem a intenção positiva pois a pessoa quando quer dar fim a sua própria vida, está querendo mesmo é se livrar de uma extrema tristeza ou depressão. Então fica claro que nas relações humanas o melhor é a imparcialidade, ou seja, não julgar emoções, nem pessoas. 

O Homem e o dragão

Ganha a luta o guerreiro que não perde tempo reclamando do tamanho do dragão, e sim entende o propósito e os motivos subjacentes de cada emoção, comportamento e fatos da vida.   

Compreendido isso, mãos a obra.

Papel e lápis para traçar as estratégias de enfrentamento:

Para o casamento em declínio, a melhor saída é entender que valores estavam precisando resgatar para reestabelecer a união;

Para me reaproximar dos filhos adolescentes, aumentei a escuta para entender as necessidades deles;

Quanto ao tempo reduzido, eliminei tarefas desnecessárias;

Quanto a profissão, estabeleci metas de produtividade; quanto as tarefas domésticas, dividi responsabilidades.

Conectada com a intenção positiva das emoções, consegui equilíbrio emocional,  ressignificando que problemas são desafios para estimular o crescimento pessoal, e gerei mais espaço para criatividade encontrar soluções para vencer as adversidades. 

Dessa forma, todos os “inimigos” eram transformados em oportunidades para trabalhar a paciência, a capacidade de resolver conflitos e manter a equanimidade seja lá como esteja o humor do dragão. 

Aprendizado

1. Todo comportamento, emoção ou fato da vida é uma oportunidade de crescimento.

2. Tudo pode ter vários significados.

3. Entrar em contato com a intenção positiva dos comportamentos, emoções e fatos da vida, é ter inteligência emocional

4. A vigilância é constante. 

5. Nada é bom ou ruim, tudo é bom quando ajuda no processo evolutivo

6. Quando o desconforto aparece, é hora de pensar, o que deve ser feito para retomar o caminho.

Rebento

Casei com a liberdade
Fiquei grávida da solidão
Comerei espaços vazios
Vou precisar de muito ar, sol e água
E, também, de silêncio
E no tempo em que meu rebento nascer
Eu vou me lembrar de como eu era..
Porque ele sou eu renascido.

– Magui Guimarães

O Curso PNL da Escola de Ciências Comportamentais está com as inscrições abertas com início das aulas presenciais em Agosto, a sua jornada quem faz é você!

824