fbpx

Como fazer rapport virtual com a PNL 

Em todas as negociações, vendas, conflitos, relacionamentos e outros encontros entre pessoas, a chave do sucesso é a confiança, na verdade, esse é um princípio básico. Ninguém compra de quem não confia. 

Confiança é a base dos relacionamentos consistentes.  

Mas como gerar confiança? 

A Programação Neurolinguística – PNL ensina a gerar confiança através do espelhamento de movimentos corporais, faciais, gestuais, humor, crenças e valores, maneiras de se comportar, de falar e até respirar.  

Quando alguém gosta do que nós gostamos, tem as mesmas manias, humores, maneiras de pensar, e se movimenta de forma parecida, há uma aproximação instantânea, haja vista que os iguais se aproximam e os diferentes se afastam.  

Grosseiramente, a palavra espelhamento pode ser traduzida como imitação, mas de uma forma mais elegante, o espelhamento são movimentos feitos de forma discreta, sutil e elegante que passa a ideia de: quando a pessoa está olhando para nós, é como se estivesse vendo a ela própria.   

Para que isto aconteça é preciso estar reproduzindo o comportamento da pessoa, assim, ela se sente bem estando perto.  Particularmente, não me sinto confortável em estabelecer confiança somente nos aspectos externos de comportamento, já que o mais importante são os valores éticos praticados. 

A Técnica do Rapport segundo a PNL 

A empatia ou rapport, como é chamada na PNL, é uma técnica para gerar confiança no interlocutor a fim de vender uma ideia ou produto. Basicamente, esta confiança se estabelece quando lidamos com pessoas semelhantes a nós mesmos.  

No novo cenário de afastamento social, há uma necessidade de estabelecer empatia (rapport) em encontros virtuais, o que não é tarefa fácil tendo em vista que requer um alto nível de observação dos movimentos corporais como um todo, mas ainda assim é possível fazer sintonia calibrando as características vocais como: tom de voz, volume, timbre, velocidade e até sotaque.  

Em que pese a carência das pessoas, o que mais cativa é uma escuta ativa, paciente e verdadeira. Gostamos de quem nos ouve atentamente e de forma sincera e respeitosa, acompanhando o conteúdo da conversa.   

Saber escutar abre corações

O ato de escutar possibilita compreender os sentimentos e reações do outro, principalmente quando se diz:

– “entendo sua maneira de pensar”

– “compreendo sua decisão”

Também é importante repetir as mesmas palavras que o outro diz, assim, o outro se certifica que está sendo ouvido e sente-se mais confortável.

Para mostrar interesse é importante perguntar, assim, você conhece cada vez mais a pessoa com quem está se relacionando. Saber o que é importante para a outra pessoa e quais são seus valores, ajuda a entender melhor para poder satisfazê-los em suas carências e criar ainda mais afinidade. 

Tem vários artigos dando dicas de aproximação como: sorria, fale o nome do cliente, e tantas outras formas de fazer rapport. Seja lá o que você faça, o importante é ser sincero em querer o bem da pessoa e da relação que está sendo criada. 

Seja Sincero 

Sinceridade é dizer um SIM de aceitação verdadeira. Esta é uma energia que atravessa as máquinas e diminui distâncias. O outro sente, inconscientemente, a energia que está sendo irradiada. Qualquer movimento teatral, elaborado ou sorriso falso que não venha das vísceras, é desnecessário e é preferível não forçar. 

Tenha um profundo respeito pelo outro, e este sentimento irá resvalar por todos os poros e será entendido como um gesto generoso. Quando a intenção é sincera, tudo que sai de você é harmonioso e é percebido pelo cliente.  

Em todas as situações de relacionamento, com ou sem a presença física, se desejar verdadeiramente o bem para o outro, inevitavelmente acontecerá a aproximação e, mesmo que seja virtualmente, as pessoas estarão unidas.  

Considero o rapport, muito mais do que simplesmente uma técnica mecânica com o intuito somente de vender algo ou tirar proveito, mas sim uma filosofia de vida que nasce no coração e toca outros corações. 

Quer acompanhar conteúdos exclusivos sobre a Programação Neurolinguística? Assine o Canal PNL e Super Mente, clique aqui ou na imagem abaixo!