fbpx

Descubra como acessar técnicas da PNL para ter inteligência Emocional

As emoções são muito importantes, no entanto podem nos atrapalhar se não sabemos usá-las com inteligência. O descontrole emocional faz com que se perca a razão e com isso o respeito próprio, além de denegrir nosso conceito perante outras pessoas. 

Inteligencia Emocional

O ideal é ter o domínio emocional para prevenir ações impulsivas. 

A primeira maneira de evitar ações impulsivas é utilizar o recurso da Programação Neurolinguística – PNL, em que usa a respiração de tal forma que possibilita a pessoa a parar, refletir e escolher a melhor ação, isto é a resposta mais adequada para a situação.

Quando a pessoa respira proporciona um espaço de tempo para que a informação chegue no Neo Córtex que é uma região localizada no cérebro, cuja função é pensar nos prós e contra de cada ação, ou seja fazer um balanço dos benefícios e malefícios de cada resposta comportamental, gerando em decorrência de uma análise, ou seja a escolha de um comportamento mais adequado para reagir. 

Treinando constantemente, esta técnica vira um hábito e se integra à identidade da pessoa.

Pessoas Proativas

Estas pessoas são consideradas proativas, pois decidem antes qual o melhor comportamento, ao contrário das pessoas reativas que simplesmente agem no impulso e se arrependem depois.

Pessoas proativas que usam o P.R.E, param, refletem e escolhem qual o melhor comportamento, em situações objetivas como: reunião de negócios, decisões complexas, resolução de conflitos, negociações. 

Nestes casos, o lado racional é mais útil pois trará melhores condições para decidir sobre aspectos objetivos da vida.

Os proativos podem inclusive, se darem ao luxo de serem emocionais em situações subjetivas, como: namorar, dar carinho para o filho, ver uma obra de arte, em reuniões e festas em família, escrever uma poesia, de tal forma que a emoção vai estar presente em momentos específicos em que são bem vindos e necessários. 

Feliz

Inteligência emocional não é excluir emoções e sim saber usá- las em contextos adequados. Descubra assim a delícia de ser emocional!