fbpx

Inteligência Emocional é a capacidade de escolher como se sentir

Muitas pessoas me perguntam: O que acontece dentro da gente que é tão forte e impossível de dominar,  que dá até medo?  Que sensação esquisita é essa de ser um estranho para si mesmo, sofrendo de uma bagunça mental, sem a menor chance de manter o equilíbrio? Há coisa pior do que ser chamado de “desequilibrado”?  

Medo
A profile of a woman emerges from the darkness.

Nesse artigo vou falar onde entra a Inteligência Emocional e a importância dessa que é uma das principais Soft Skills. Vamos lá?

Autoconhecimento

Quem explode em uma discussão, mesmo tendo razão, irá perde-la porque aquele que se descontrola mostra fraqueza de caráter e debilidade de argumentos.

Foi no auge da decepção em relação a mim mesma que resolvi aprender técnicas de autoconhecimento para ter inteligência emocional, na certeza de que dominamos o que conhecemos, e o que não conhecemos nos domina.

Eu sabia que as pessoas que são inteligentes emocionalmente conseguem escolher a melhor reação diante de situações ameaçadoras, e estava curiosa para saber como, na hora da raiva, dominar o impulso e conseguir parar para pensar racionalmente na melhor opção de comportamento?

1º Lição: Origem

A primeira lição o curso de Inteligência emocional é descobrir o que desencadeia o processo de descontrole. Que gatilho é esse que dispara o desequilíbrio emocional?

Descobri que se aprendemos a ser desequilibrados emocionalmente, também podemos aprender a sermos equilibrados, e comecei a perceber que o comportamento impulsivo se instala pela repetição de tanto reagir impulsivamente, a reação automatiza.  

Controle da mente

Então, podemos usar o mesmo processo de repetição para automatizar o comportamento de resgate do racionalidade em momentos de tensão. 

É evidente que implantar o comportamento de interromper uma ação impulsiva para escolher como reagir adequadamente, requer disciplina para, através da repetição, formar o hábito do autodomínio.   

Quem quer soluções mágicas deve se contentar com os comprimidos e sofrer com os efeitos colaterais. A solução realmente eficaz é a auto educação.

A PNL (Programação Neurolinguística) e suas ferramentas

A Programação Neurolinguística – PNL tem uma ferramenta denominada P.R.E que ajuda a instalar a racionalidade no lugar da impulsividade. 

P – PARE

R – RESPIRE

E – ESCOLHA

O P.R.E quer dizer  “Pare”  e respira e , em segundo lugar “Reflete”  quais a melhores maneiras de reagir, diante do contexto limitante, para reestabelecer a harmonia e beleza nas relações. Neste momento surgem na memória uma série de opções e o terceiro passo é “Escolha” qual o comportamento mais adequado.  

The new leader overthrew his opponent from his post. Head Offset. Business optimization, replacement of key employees with loyal ones. Power struggle. The strongest wins. Career ladder and success.

E repetindo várias vezes o P.R.E é possível que este comportamento seja automatizado.

Existe uma falsa ideia de que inteligência emocional é se conter, criando uma capa de racionalidade para esconder as emoções, mas viver sem emoção é como uma comida sem sal. A escolha do ingrediente e dosagem certa é que dá o sabor aos alimentos.  

Ser inteligente emocionalmente é saber escolher qual a emoção certa no momento certo e com intensidade certa. 

Quando se é inteligente emocionalmente podemos nos dar o luxo de sermos emocionais, e que a gente possa dar à vida, o sabor que a gente quer, gosta e merece viver.

A PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA – PNL irá lhe ajudar a vivenciar de forma saudável todas as emoções internas e externas e agir na inteligência psíquica e emocional. 

Já conhece o nosso canal de assinatura? Ele é um passo importante na jornada em busca do autoconhecimento e competências comportamentais! Toda semana novos vídeos, clique aqui!